quarta-feira, 2 de maio de 2012

CAVALGADA DIVINO FEST

Neste próximo domingo (06/05), será realizada a cavalga Divino Fest que antecede a festa da Folia de Roça do Divino Espírito Santo. De acordo com a programação, a Saída acontecerá às 9 horas (café da manhã), na chácara do Mauro – Casa do Fazendeiro, Chácara 12 – Gleba C – Bica do DER Planaltina/DF e a Chegada está prevista para as 13 horas  no Sítio Dom Pedrito, DF 230 – Chácara 02 – Planaltina/DF, onde será servido o almoço.

Cavalgada  é o de coletivo  cavaleiros.  Na acepção deste relato, cavalgada é um encontro festivo de  muita gente que se alia para cumprir um itinerário preestabelecido, entre fazendas, entre   povoados  e cidades. A iniciativa é louvável porque  mantém acesa na memória humana,  uma  tradição  milenar que está  sendo  rapidamente extinta com  o advento dos transportes automotivos. O meio de transporte utilizado nesta festa é  o cavalo de sela, embora  haja  quem prefira participar do evento montado em burro (muar). Este  não é animal estranho ao plantel. É um híbrido descendente da égua (Equus caballus) e do jumento (Equus asinus), (Para os leitores  menos   afeitos   à classificação  biológica, destes  animais, o burro ou a mula podem  ser  filhos de uma  égua ou de uma jumenta, mas  não têm descendentes, são animais estéreis).   A resistência do burro  está registrada na vida dos tropeiros e especialmente dos  almocreves que desbravaram os sertões do  Brasil transportando alimentos, abrindo estradas para o caminhão que só chegou ao  Brasil no século  XX. O cavalo é  mais susceptível à fadiga se comparado ao burro, mas tem preferência dos  adeptos da equitação em razão do  ao maior conforto  que oferece ao cavaleiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário